Newsletter
Receba nossos artigos diretamente no seu email.
Nome
Email
Cadastro manual: Entre em contato
 




 
 
24/06/2009
Ata do Convívio de Orações - junho/2009
Os dias foram dedicados aos Sagrados Corações de Jesus e Maria
 
 
 

       ATA DO CONVÍVIO

 

 Presentes: Norma, Cláudio, Esperança, Sálvio, Darlete, Geraldo, Zenaide, Bernardo, Maria Onélia, Otávio, Anna, Anselma, Marly, Lourdes, Lídia, Américo, Arlindo, Miguel, Pedro.

 Mais uma vez nos reunimos no CEIC – Centro de Encontros Imaculada Conceição - para um Retiro de Orações, desta feita, com dezenove participantes.

Iniciou-se às 9,00 horas do dia 16 e terminou às 17,00 horas do dia 17 com a Santa Missa, no “Ansionato” das Irmãs.

Basicamente o andamento dos trabalhos obedeceram o seguinte esquema: 6,30 horas, levantar; 7,00 horas, Orações e Adoração na Capela; 8,00 horas, Café da Manhã; 8,30 horas, reunião no Salão para debates; 10,30 horas o Santo Rosário caminhando pelos jardins; ao Meio Dia o almoço; 13,30 horas nova reunião no salão; às 15 horas o Terço da Misericórdia e a Via Sacra dos Abortados; 16,00 horas, a continuação do Santo Rosário; 18,00 horas o jantar; 19,00 horas nova reunião e em seguida Orações da Noite. No segundo dia, a Santa Missa, às 17,00 horas e o encerramento das atividades.

Os dias foram dedicados aos Sagrados Corações de Jesus e de Maria, antecipando as festas dos dias 19 e 20.

O Sr. Pedro sugeriu que fossem chamados estes encontros de “Convívio de Orações” e não de “Retiros” como antes, e todos concordaram!

O Sr. Pedro apresentou também o testemunho do Diácono Luis, que relata o fato de um sino tocar uma musica suave, sem interrupção, e sem que ninguém o tocasse, quando do encontro de Orações, numa Capela Particular em Curitiba. Nossa Senhora quis mostrar sua presença ali! Isto é lindo demais!

Das leituras do dia, comentou-se sobre o amor que Deus tem por todos os filhos, ainda que muitos não caminhem com Ele:

“Deus arde de compaixão, por aqueles que ainda não se achegaram a Ele!” (Oséias, 11,1ss)

Houve também através do Sr. Sálvio, a unção do óleo na mão direita de todos os participantes, conforme pedido de Jesus:

“Tereis as mãos ungidas, somente para abençoar!”

Na manhã de Quarta Feira, o Arnaldo telefona ao Grupo, comunicando o falecimento de seu irmão Marcio e pedindo Orações.

Imediatamente o grupo inicia o Terço Glorioso pelos jardins até o monumento à Nossa Senhora Rosa Mística. Na terceira Ave Maria do Quarto Mistério, o Marcio sai do Purgatório e começa a rezar com o grupo. No mesmo instante Nossa Senhora, segurando-o pelas mãos e também rezando o Terço, o leva para o Céu!

Isto foi fantástico!

Comentou-se sobre o Purgatório, de como ultimamente as almas ficam pouco tempo ali, e por muitas vezes o Purgatório se encontra vazio.

-Há almas que não merecem Purgatório longo, como o Marcio. Mas há as que merecem um grande e longo Purgatório. E quando se vê uma alma neste estado, uma compaixão muito grande se apodera do coração e se pede clemência, misericórdia a Deus, a fim de libertá-la com urgência. E Deus então pergunta:

“Tens certeza de que queres que ela vá agora ao Céu?”

- Tenho, Senhor! Por favor!

“Então está bem! Mas “agüenta” as conseqüências!”

- Quer dizer: tornamo-nos almas vítimas. Porque alguém precisa expiar os erros... Esta é, portanto, a principal Missão do Salvai Almas!

Estudou-se também num dos momentos de debates, sobre o Sexto Mandamento. Também o aborto foi debatido como um dos grandes pecados causados pelo pecado contra a Castidade.

Usou-se o Catecismo da Igreja Católica, a partir do número 2337 em diante... O Catecismo é o autêntico guia atual e verdadeiro que indica os caminhos corretos para a Santidade.

Assim se aprendeu que: a Castidade deve ser vivida conforme o estado de vida da pessoa. Por exemplo: Quem fez os Votos de Castidade na vida Consagrada, deve praticar a castidade na continência; os cônjuges, na fidelidade; os solteiros, abster-se da fornicação. Todos estes níveis são iguais em importância, não se discriminando qual o melhor ou melhores. 

- Ou se luta e se vence, ou se deixa subjugar pelas paixões, e então não seremos felizes. Nosso corpo é pesado, mas devemos ter a capacidade de carregá-lo, usando de nossa consciência limpa e santa.

A Castidade é Promessa de Imortalidade!

 Falou-se também sobre a liberdade da mulher: A mulher deveria ser o sustentáculo dos valores da família. É plano do inimigo, impulsionado pela mídia, derrubar estes valores e já tem conseguido muito, fazendo com que a mulher hoje, praticamente não possa se dedicar à família... As crianças hoje, vêem tudo, sabem tudo e acham tudo normal! O inimigo parece estar vencendo!

Falou-se também dos Padres e das dificuldades que encontram neste campo. Deve-se rezar, rezar, rezar muito por eles.

No Terço Doloroso, cada Mistério foi comentado por pessoas diferentes.

-Primeiro Mistério: “Dormis? Levanta-te! Vamos! A hora chegou!” (Anna)

-Segundo Mistério: “Tantos golpes! Golpes que arrancaram as carnes! E nós? Qual mortificação? Reclamamos muito!” (Américo)

-Terceiro Mistério: “Perdoa, Senhor por cada um dos espinhos que ainda hoje colocamos em tua cabeça!” (Norma)

-Quarto Mistério: “Eu também quero carregar a minha Cruz. Mas daí-me a graça de ajudar a carregar também as cruzes dos sacerdotes!” (Sálvio)

-Quinto Mistério: “Jesus, por obediência ao Pai, esvaziou-se completamente de Sua Divindade: o sofrimento foi suportado por Sua humanidade. Jesus tinha mesmo um apoio para os pés? Foi muita dor! Por muito Amor! (Pedro)

Depois, comentou-se um pouco sobre a Eucaristia:

Não existe Comunhão Espiritual, como substituição à Eucaristia. Comunhão Espiritual é uma comum união entre nós e Deus. Este exercício Espiritual é realmente salutar, porém não é Eucaristia, pois não existe as espécies de pão e vinho. Não confundir Eucaristia com Comunhão Espiritual. Jesus disse:

“Quem não comer deste corpo e não beber deste sangue, não terá a vida eterna!”

A Comunhão Espiritual ajuda a preparar-nos para uma boa Comunhão Eucarística. A Santa Missa pela TV, só vale como preceito Dominical, para os impossibilitados por doença a comparecer à Igreja. A Santa Missa pela TV é também um ato salutar para a alma, mas, absolutamente, não substitui a Santa Missa como preceito Dominical.

Nos Mistérios Gloriosos do Terço, destaca-se:

-Primeiro Mistério: A Ressurreição de Jesus.

- Segundo Mistério: Jesus sobe ao Céu e Anjos vão até os discípulos e perguntam: - Porque ficais olhando para o Céu? Como se quisessem dizer – Ide: Evangelizai! (Arlindo)

- Terceiro Mistério: Jesus nos quer dizer: Nosso Deus é um Deus vivo, que está no meio de nós! (Darlete)

- Quarto Mistério: Maria, após a Assunção, escolheu ficar na terra para ajudar a Igreja nascente. O que sinto é uma grande gratidão a Ela. (Anselma)

- Quinto Mistério: Como deve ter sido linda a festa no Céu no dia de Sua coroação! Depois de tanta dor, de tanto amor! Durante Sua caminhada na terra confiou absolutamente no Pai e em Seu Filho até o fim, e depois com a Igreja! Mereceu a coroa no Céu! (Maria Onélia)

Da Mensagem de Jesus, passada ao Cláudio, destacou-se o seguinte: Fomos escolhidos pelo Pai. Deus dará os dons necessários e a capacidade para o desempenho de nossa Missão, mas será preciso muita força, muita coragem para realizá-la. Lutaremos sozinhos para mostrar ao inimigo que somos mais fortes.

 - Como agir contra o inimigo? Vencer com paciência e Oração!

Numa visão do Cláudio há anos atrás, São Miguel mostrou a luta dos demônios contra as almas que queriam ir para o Céu! Uma delas, aguardando calmamente, rezando o Terço, observava a luta, e num determinado momento, quando o demônio estava envolvido com outra alma, esta que rezava, num salto alcançou o Céu! Devemos, portanto, ficar alerta e prontos para driblar o inimigo, como Deus faz! O demônio também usa as pessoas ou as coisas para nos enganar. Por isso é necessário o alerta, a humildade, as Orações. Por exemplo: a maledicência, a calúnia contra nós: Não revidar, mas rezar pelos que assim agem, e fazer algo em favor deles, isto é, distribuir Amor. (Norma)

Pergunta geral: Quando tivermos de enfrentar sozinhos – no momento da escuridão - como deveremos agir?

- Jesus não deixa por menos: Ele nos defenderá quando chegar a hora. Mas é preciso que aconteça o sacrifício, a provação!Temos que dar o testemunho de nosso amor a Deus e provar do quanto somos capazes de sofrer por Ele. Devemos deixar Deus agir: Ele conhece o nosso trabalho e o nosso coração!Portanto, no tempo da escuridão, não devemos revidar: devemos apenas deixar Deus agir. Não vamos nos defender. Não vamos usar da espada. Vamos agüentar firmes, mesmo que os inimigos usem de nossos filhos para nos derrubar! Não podemos vacilar, nem concordar com o inimigo: Se Deus nos escolheu é porque confia em nós!

 Sobre a escatologia, foi lido o que consta no Catecismo da Igreja Católica, no Artigo 7, números: 673, 674, 675, 676, 677.

Tudo está no Catecismo! Porque então, duvidar? Por que a Igreja não fala sobre isto? Por que este assunto não é levado a sério, se é Doutrina da Igreja Católica? Por medo?

Na verdade, como diz o Catecismo: O Novo Reino não será uma vitória da Igreja, mas uma vitória de Deus!

Sobre a conversão do povo judeu: Quem está preocupado com isto? Preocupa-se apenas com o diálogo com os judeus... Mas o Catecismo afirma o que diz na Bíblia: O Reino há de vir, não porém antes, de acontecer a conversão do povo que transpassou Jesus!

 Avaliação do Convívio

- Um fortalecimento. Um reabastecimento.(Esperança)

- Em grupo pequeno é mais fácil a “troca”: dar e receber num convívio fraterno. Um vínculo espiritual que vai permanecer!(Pedro)

- Quando da escuridão, vamos bem lembrar das características de cada pessoa. (Miguel)

- É uma alegria esta convivência. Me dá forças, quando posso ficar um dia inteiro com vocês, pois lá em casa (na sede, em Porto Belo) não dá para dar uma atenção ou estar com as pessoas de forma individual.(Norma)

- Achei fantástico estes dias. É diferente! Espero poder estar sempre, em outras vezes. (Maria Onélia)

- Para não esmorecer, nada melhor que um grupo pequeno: é muito importante isto. Nos conhecemos melhor! (Lourdes)

- Os cantos tão bem colocados, conforme os temas, mostram que o Espírito Santo age e que estamos focados no nosso objetivo. As letras de profundo sentido e harmonia... É fantástico! (Marli)

- Foi formidável! Agradeço a Deus por esta oportunidade. Tudo estava muito lindo! (Arlindo)

- Muito bom. Muito Proveitoso. Nos chamou a atenção as explicações do Catecismo muito bem colocadas! Já sentíamos saudades desse convívio e aprendizado com temas tão importantes! (Zenaide e Bernardo)

- Eu gosto muito desses encontros de conteúdo espiritual: reflexões, Orações em conjunto. Poder cantar estes cantos que dizem “algo” de nosso passado jovem, nossos “coros” familiares e os comentários. Estar com gente que pensa e gosta como a gente é muito gostoso e revigorante. É uma troca: dar e receber! Sempre acrescenta: não é como certos retiros vazios... É um tempo de graça!

Mesmo para escrever tudo! Gostei! (Anna)

(Anna é a Secretária, que escreve esta Ata.)

- Com depoimentos de suas experiências, o Sálvio quis lembrar que: Devemos ter sempre o Lencinho à mão. Cada vez que sair, levá-lo ao nariz, aspirá-lo e guardá-lo. Estaremos livres das contaminações. (Sálvio)

Amém!

Nova Trento, SC, 16 e 17 de Junho de 2009

 

 
 
Artigo Visto: 2066 - Impresso: 123 - Enviado: 20
 

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.salvaialmas.com.br

 

Visitas Únicas Hoje: 415 - Total Visitas Únicas: 1891224 - Usuários Online: 39
Copyright 2015 - www.salvaialmas.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: www.espacojames.com.br/sites